"Todos sabem fazer história - mas só os grandes sabem escrevê-la."
(Oscar WIlde)

Sejam bem vindos!

Este blog tem como finalidade tornar acessível aos meus alunos e quem mais se interessar os conteúdos de História e textos relacionados a educação... portanto Seja bem vindo ao espaço que foi criado especialmente para você.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010


20 DICAS PARA O SUCESSO

Resumo escrito por:filosofolionessantos
20 DICAS PARA O SUCESSO
1  Elogie 3 Pessoas por dia 
2  Tenha um aperto de mão firme
3  Olhe as pessoas no olho
4  Gaste menos que ganha
5  Saiba perdoar a si e aos outros
6  Trate os outros como gostaria de ser tratado
7  Faça novos amigos
8  Saiba guardar segredos
9  Não adie uma alegria
10  Surpreenda aqueles que você ama com presentes inesperados
11  Sorria
12  Aceite uma mão estendida
13  Pague suas contas em dia
14  Não reze para pedir coisas, reze para agradecer e pedir sabedoria, e 
      coragem
15  De as pessoas uma segunda chance
16  Não tome nenhuma decisão quando estiver cansada ou nervoso
17  respeita todas as coisas vivas especialmente as indefesas
18  Dê o melhor de si em seu trabalho. Tenha prazer em fazer bem feito
19  Seja humilde principalmente nas vitórias 
20  Jamais prive uma pessoa de esperança. Pode ser que ela só tenha isso
20 DICAS PARA O SUCESSO Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/self-improvement/1714674-20-dicas-para-sucesso/

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Alunos do CEJDS passam no vestibular da UFS


Parabéns aos meu alunos do 3º Ano "A" 2009 José Arthur e Hércules que passaram no vestibular da UFS para o curso de Engenheiro Agrônomo ficando em 8º e 9º lugares respectivamente...
Essa é uma vitória não só deles mas de todos aqueles que contribuiram para a sua educação!!

Para o sucesso, atitude é igualmente tão importante quanto capacidade!

domingo, 17 de janeiro de 2010

Feira de Cultura – Bahia e suas raízes africanas


Nos dia 27 e 28 de novembro ocorreu aqui no Colégio a Feira de Cultura – Bahia e suas raízes africanas, evento este que considerei muito interessante e proveitoso do ponto de vista da aprendizagem sobre este tema pouco conhecido por todos que é a História e a cultura africana e afro descendente e este evento veio a fornecer uma visão geral do continente africano, enfocando de maneira panorâmica, seus aspectos físicos e culturais, bem como a sua trajetória histórica.
No primeiro dia tivemos aqui a apresentação do grupo de Samba de roda do Povoado tijuco, e o grupo de capoeira pavão Dourado aqui da cidade de Heliópolis fez uma demonstração de samba de roda. Ao se abrir as salas para a visitação fiquei impressionada com o que pude observar, pois as salas estavam muito bem ornamentadas e os alunos estavam danado um show na explicação dos temas. Os 1º anos B e C estavam trabalhando com as religiões africanas e afrodescendentes, e por sinal merecem elogios, pois, estava muito bem organizadas, o 1º ano D mostrou um pouco da música e da arte africana, enquanto que o 2º B falou sobre o esporte no continente africano, já o 2º ano C trabalhou com a contribuição da áfrica para a formação de nossa língua, o 2º D mostrou os principais nomes da literatura e o 3º ano C falou sobre a política no continente africano, tivemos também um corredor histórico feito pelo 1º ano A, o 2º E mostrou as diversas personalidades africanas e afrodescendentes e o 3º ano A fez alguns relatos históricos sobre Zumbi do Palmares e a escravidão, o 3º ano D veio com o tema voltado para a Geografia da África e da Bahia e o 1º ano E mostrou os diversos pratos típicos da culinária baiana que tiveram suas origens na África.
Bem e a minha turma desenvolveu um trabalho com o tema A origem da humanidade, onde procuramos mostrar desde o surgimento do homem supostamente na África até a sua evolução enquanto espécie.
No sábado além dos temas que forma apresentados nas salas, tivemos a apresentação de documentários que possibilitou o conhecimento de que na Bahia existem atualmente numerosas comunidades remanescentes dos quilombos, além de uma peça teatral muito interessante sobre a hipocrisia da sociedade.
Portanto, avalio de forma positiva a feira cultural, pois a mesma me deu a oportunidade de conhecer as diversas manifestações culturais oriundas das culturas africanas e afrodescendentes presentes na formação cultural da Bahia.