"Todos sabem fazer história - mas só os grandes sabem escrevê-la."
(Oscar WIlde)

Sejam bem vindos!

Este blog tem como finalidade tornar acessível aos meus alunos e quem mais se interessar os conteúdos de História e textos relacionados a educação... portanto Seja bem vindo ao espaço que foi criado especialmente para você.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

JURI SIMULADO COM 3º ANO A DO CEJDS

Ontem, dia 30 de julho foi realizado no espaço da Câmara Municipal de Heliópolis um Juri Simulado com os alunos do 3º ano A do Colégio Estadual José Dantas de Souza, o trabalho foi proposto e coordenado pelo Professor de História Adilson Nobre e teve como temática: "O Julgamento de Hitler", onde os alunos se aprofundaram no contexto que envolve o chamado Período Entre guerras com o surgimento do Nazifascismo e a Segunda Guerra Mundial.
O objetivo do trabalho era muito mais do que simplesmente condenar ou absolver Hitler, uma vez que, a própria História já o condenou, e sim levar os educandos a reflexão de tudo que envolveu os crimes cometidos por ele, sendo que os jurados tinham a missão de realizar um julgamento o com base nos argumentos da defesa ou da acusação a partir da performance dos grupos. Isso permite que o júri possa ser influenciado a defender pessoas que a história já condenou, por exemplo. 
-Se algum jurado defende uma pessoa como Hitler, é porque o argumento do grupo de defesa foi mais convincente. O julgamento deve ser com base no júri, sem opiniões pessoais – explica o professor.
O Trabalho foi um sucesso, todos os grupos (Acusação, defesa, Jurados, testemunhas e Imprensa) cumpriram muito bem o seu papel, Parabéns a todos.
Agradecemos a Presidente da Câmara Vereadora Ana Dalva por ter cedido o espaço que foi de grande importância para o sucesso do trabalho, bem como o funcionário da Câmara Fernando Dantas que nos deu todo o suporte necessário.







sexta-feira, 10 de maio de 2013

Heliópolis tem seu 1º cursinho Preparatório para ENEM, Vestibular e Concursos!

No último dia 06 de maio do corrente ano teve início em Heliópolis o Cursinho Pré-vestibular e preparatório para Concursos Públicos OPÇÃO X.
O mesmo terá a duração de 05 meses (maio a outubro) com mensalidades custando R$130,00, as aulas estão sendo ministradas de segunda a sexta-feira das 19h às 22:30h no espaço da Escolinha Passo a Passo.
A Coordenação do Cursinho é do Prof. Igor Leonardo, que avisa que as matrículas ainda estão abertas, portanto se ainda não se matriculou não perca esta oportunidade de se preparar para o concorrido mundo dos concursos e vestibulares.
O cursinho conta ainda com um renomado quadro de professores com formação na sua área de atuação e experiência de sala de aula.
Veja o quadro de professores já confirmados no Cursinho e suas respectivas disciplinas:
Prof. Landisvalth Lima
LITERATURA

Prof. Adilson Nobre
HISTÓRIA GERAL E DO BRASIL

PROF. José Clériston
QUÍMICA

PROF. Gilvândio Alves
MATEMÁTICA FINANCEIRA

PROF. Gilberto Jacó
GEOGRAFIA

PROF. Marcos Vinícius (MAX)
INGLÊS

PROF. IGOR LEONARDO
BIOLOGIA
PROF. JOSÉ MÁRIO
REDAÇÃO

PROF. JOSÉ MILTON
LÍNGUA PORTUGUESA - GRAMÁTICA
PROF. AGNALDO ALMEIDA
Teorias Pedagógicas da Educação

quinta-feira, 9 de maio de 2013

MEC divulga o edital do Enem 2013; veja como participar do exame



Inscrições começam nesta segunda-feira (13)


O Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União (DOU), desta quinta-feira (9), o edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições começam na próxima segunda-feira (13) e a prova será aplicada em 26 e 27 de outubro.
Inscrições

As inscrições para o Enem começarão a partir das 10h de 13 de maio (segunda-feira) e vão até as 23h59 de 27 de maio. Todos os horários são referentes ao horário de Brasília (DF). O candidato deverá acessar o site do exame (http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem - ainda fora do ar) para fazer o cadastro. 

A taxa de é de R$ 35 e deverá ser paga somente no Banco do Brasil, por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU Simples), que será gerada no momento da inscrição. O prazo final para pagamento da taxa é 29 de maio. Caso o candidato não pagar até esse dia, a inscrição será cancelada.
Quem quiser obter a certificação de conclusão do Ensino Médio deve indicar uma Instituição Certificadora dentre as listadas no ato da inscrição.

Isenção de taxa

O MEC oferecerá a isenção da taxa para os estudantes que atenderem aos requisitos da Lei Federal nº 12.799, que estabelece critérios para oferecer o benefício. São eles:

I - Renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio;

II - Ter cursado o Ensino Médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada.

Também é possível pedir a isenção mediante declaração de carência, feito pelo participantes ("declarar ser membro de família de baixa renda ou estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica")

Para ambos os casos, o candidato deverá dispor de documentos comprobatórios para apresentar à análise do Inep.
Atendimento diferenciado
Quem necessitar de atendimento diferenciado (oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo ou outra necessidade especial) ou específico (oferecido a sabatistas, gestantes, lactantes, idosos ou estudantes em classe hospitalar) deve informar isso no ato da inscrição.
Haverá um campo próprio no sistema de inscrição para que o participante informe o auxílio ou o recurso de que necessitar, de acordo com as opções apresentadas: prova em braile, prova com letra ampliada (fonte de tamanho 18 e com figuras ampliadas), prova com letra super ampliada (fonte de tamanho 24 e com figuras ampliadas), tradutor-intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras), guia-intérprete para surdocego, auxílio para leitura, auxílio para transcrição, leitura labial, sala de fácil acesso e mobiliário acessível. Mas será preciso apresentar documentos que comprovem a condição especial.
As provas

O exame terá duração de dois dias e será constituído de uma redação em língua portuguesa e quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha cobrando conteúdos vistos no Ensino Médio. Veja quais são as áreas de conhecimento cobradas:
Áreas de ConhecimentoComponentes Curriculares
Ciências Humanas e suas TecnologiasHistória, Geografia, Filosofia e Sociologia
Ciências da Natureza e suas TecnologiasQuímica, Física e Biologia
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e RedaçãoLíngua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação
Matemática e suas TecnologiasMatemática

No primeiro dia (26 de outubro), serão realizadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador para início das provas. O segundo dia (27 de outubro) terá Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos. Cada sala de provas terá um marcador de tempo para os participantes. 

Nos dois dias, será obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto. 
Os portões de acesso aos locais de provas serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h, horário oficial de Brasília. O MEC recomenda que todos os participantes cheguem ao local até as 12h. Não serão aceitos retardatários. O horário também deve ser cumprido por candidatos sabatistas (aqueles que, por motivo religioso, guardam o sábado); nesse caso, eles ficarão em uma sala para aguardar o início da prova, às 19h. 

Os locais de provas serão informados no cartão de confirmação da inscrição e no site do Enem. O participante só poderá solicitar alteração do município em que fará a prova nesse site, durante o período de inscrição.

A correção 
O cálculo da nota do Enem tem como base a Teoria de Resposta ao Item (TRI). Entenda seu funcionamento clicando na imagem abaixo.


Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na página do Inep até o terceiro dia útil após a realização das últimas provas. Os participantes poderão acessar os seus resultados individuais em data ainda não divulgada, também no site do Inep. 

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou alterações que tornarão mais rigorosa a correção da prova de redação. Segundo ele, as mudanças foram implantadas porque as regras aplicadas anteriormente não mostraram resultado satisfatório.
Confira algumas das mudanças:
- Inserções indevidas no texto (como receita de miojo ou hino de time de futebol) serão zeradas;
- Só serão aceitos desvios gramaticais excepcionais e que não caracterizem reincidência.
- A discrepância de nota dada pelos dois corretores da redação só precisa ser superior a 100 pontos para que ela seja corrigida por um terceiro. Antes, era preciso haver uma diferença de nota superior a 200 pontos. Com isso, a expectativa é que uma a cada três redações vá para um terceiro avaliador – antes, o índice era de aproximadamente 21%.
- Os avaliadores terão mais horas de treinamento para a correção das provas.
- Os corretores precisarão dar justificativa para a nota máxima na redação (que é mil) e para erros gramaticais aceitos (por serem considerados exceção).

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Dica de história - Guerra Fria


Confira a vídeo-aula de história sobre a Guerra Fria, com o professor Rodrigo Miranda, do cursinho Oficina do Estudante


quarta-feira, 1 de maio de 2013

A Segunda Guerra Mundial no Facebook

guerra-facebook

segunda-feira, 29 de abril de 2013

10 curiosidades sobre o Dia do Trabalho


No dia 1º de maio, comemora-se o Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador, como forma de celebrar as conquistas dos trabalhadores ao longo da história. Nessa mesma data, em 1886, ocorreu uma grande manifestação de trabalhadores na cidade de Chicago, nos Estados Unidos. Esta lista vai mostrar algumas curiosidades relacionadas ao Dia do Trabalho. E viva o trabalho :)
Gostaria de agradecer a colaboração de Lilian Nascimento, da Agência Ideal, e do professor Ricardo Sayeg, doColégio Paulista (COPI), que contribuíram com informações para que a lista fosse criada.
Desenho do protesto entre os trabalhadores de Chicago
- Em Chicago, milhares de trabalhadores protestavam contra a enorme carga horária pela qual eram submetidos, ou seja, 13 horas diárias. A proposta era reduzir para 8 horas diárias, como é hoje (geralmente…).
- Além da diminuição da carga horária, os trabalhadores também exigiam descanso semanal remunerado e um período anual de férias, direitos trabalhistas que ainda não existiam na época.
- A escolha da data de 1° de maio ocorreu para homenagear os trabalhadores mortos pela repressão policial nos Estados Unidos. No entanto, as mortes só passaram a ocorrer a partir do dia 03 de maio.
- Apesar da escolha da data ter sido feita por membros da Segunda Internacional Socialista, os oito organizadores das manifestações eram militantes anarquistas, não socialistas.
- Os organizadores das manifestações foram denominados Mártires de Chicago. No monumento erguido a eles, estava o seguinte epíteto: “Um dia nosso silêncio será mais forte que as vozes que hoje vocês estrangulam”.
 Desenho das exigências dos trabalhadores de Chicago
- Em 23 de Abril de 1919, o senado francês proclamou feriado nacional no dia 1° de Maio. Em 1920, foi a vez da União Soviética. Aqui no Brasil, o primeiro de maio é comemorado desde o ano de 1925.
- Os Estados Unidos não comemoram o Dia do Trabalho no dia 1° de maio, e sim na primeira segunda-feira de setembro. Na Austrália comemora-se a data em duas ocasiões: na parte ocidental, em 04 de março e, na parte meridional, em 07 de outubro.
- Em 1940, o presidente Getúlio Vargas utilizou o 1° de maio para anunciar o novo salário mínimo. Em 1941, a data foi usada para marcar a criação da Justiça do Trabalho, que visava resolver os conflitos existentes entre os trabalhadores e seus patrões.
- Como Vargas utilizava a data para apresentar boas notícias aos trabalhadores, a data perdeu seu sentido original. Até então marcado por piquetes e protestos, o Dia do Trabalhador passou a ser comemorado com festas populares, desfiles e celebrações similares.
- Mesmo sendo um feriado nacional no Brasil, a Bahia ficou 55 anos sem comemorar a data porque os governantes acreditavam que era uma contradição não trabalhar no dia do Trabalho.